Legado

“Santa Rita do Sapucaí conta com um orçamento por habitante inferior à média nacional. Apesar disso, o município tem um alto IDH, que é o índice que mede a qualidade de vida. Quase toda a população tem saneamento básico, mas o destaque fica com a educação.”
O trecho acima faz parte do encerramento da matéria “Cidades com maior arrecadação por habitante têm serviços precários”, exibida em 12 de abril no programa Fantástico (disponível no link http://glo.bo/1Nw3l5c). A cidade limítrofe a Pedralva encerrou a reportagem como único bom exemplo e demonstrando que as melhores práticas administrativas não, necessariamente, exigem muito dinheiro, apesar do inverso, infelizmente (e não por acaso), ser muito comum. Além do bom uso das verbas públicas, o caminho é investir em práticas desenvolvimentistas, que criem oportunidades para a população empreender, resultando em aumento da renda e independência financeira. A medida óbvia é a Educação, principalmente a voltada para as competências regionais.
E em Pedralva? Por quais caminhos andamos? Além das piadas populistas-eleitoreiras que tristemente suportamos por anos a fio, qualquer análise honesta (e otimista) constatará que, no máximo, queimamos nossas gorduras em uma esteira: desengonçadamente suamos sem sair do lugar. Você, pedralvense, se contenta com pouco? Satisfaz-se em ver o êxodo dos jovens em busca de estudos e empregos? Nossa população cada vez mais idosa dependendo de auxílios e pensões governamentais?
Após grande esforço e muitos anos para se eleger, é oportuna e urgente uma análise sobre o governo do PT na nossa Prefeitura. Estamos a pouco mais de um ano da próxima eleição, e nossa visão não á nada feliz. Apesar de rareados avanços aqui e ali e alguns retrocessos, todo o restante não é nada mais do que o básico. Arrumar estradas, recolher o lixo, carregar estudantes, calçar algumas ruas... tudo isso, repetimos, é o BÁSICO. Nenhum governante deveria se orgulhar de fazer o mesmo “arroz com feijão” de sempre, requentado e às vezes queimado. A história da nova creche se arrasta; a academia ao ar livre faz-se, por si só (e já caindo), desacreditar no seu custo de 70 mil; o terreno para a nova escola não saiu; o sonho do campus da Unifei aqui se apagou.
Torcemos muito para que os últimos meses de governo façam-nos rever nossas expectativas. Porém, não vamos ficar só na torcida! Vamos abrir a “caixa-preta” dos serviços públicos, com vários exemplos de obras deterioradas por falta de competência técnica daqueles que a realizaram, feitas à revelia, sem participação de um engenheiro.
Também vamos colocar em prática projetos que façam a população “ficar no pé” do Legislativo, poder municipal tradicionalmente encruzilhado entre os apoiadores de tudo o que o Prefeito faz, detratores de tudo o que o Prefeito faz, pretensos futuros candidatos a prefeito aproveitando o palanque e alguns que nem sabem o que estão fazendo lá.
A situação da cidade é desoladora quanto o problema mais apontado pela população é o risco de dengue e escorpiões e o mato nas ruas, ainda mais quando vereadores (sim, infelizmente no plural) têm a coragem de falar publicamente para jogar veneno nas ruas, algo sabidamente já proibido por lei e que coloca em seríssimo risco a saúde da população. Vamos pensar se é normal um “defensor da lei” propor seu descumprimento. Vamos pensar qual o legado que deixaremos para Pedralva.

Faça Parte da Transparência
A Transparência Pedralva é uma associação de voluntários, sem fins lucrativos, apartidária, destinada a promover a defesa do interesse público por meio do combate à corrupção, em defesa da ética e para o pleno exercício da cidadania.
Associe-se! Ajude-nos a reforçar a democracia pedralvense estimulando o direito do cidadão à informação sobre as ações do Poder Público, que responde pela administração de nossos interesses sociais. Todas as informações pelos contatos abaixo.

Transparência Pedralva
-----------------------------
Endereço: Rua Coronel Estevam Rezende, 160 - Centro
Site: www.transparenciapedralva.org.br
Página: facebook.com/TransparenciaPedralva
E-mail: tp@transparenciapedralva.org.br